Ordem de Culto

Prelúdio

Chamada de adoração

Salmo 46

1Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem-presente nas tribulações. 2Portanto, não temeremos ainda que a terra se transtorne e os montes se abalem no seio dos mares; 3ainda que as águas tumultuem e espumejem e na sua fúria os montes se estremeçam. 4Há um rio, cujas correntes alegram a cidade de Deus, o santuário das moradas do Altíssimo. 5Deus está no meio dela; jamais será abalada; Deus a ajudará desde antemanhã. 6Bramam nações, reinos se abalam; ele faz ouvir a sua voz, e a terra se dissolve. 7O Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio. 8Vinde, contemplai as obras do Senhor, que assolações efetuou na terra. 9Ele põe termo à guerra até aos confins do mundo, quebra o arco e despedaça a lança; queima os carros no fogo. 10Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus; sou exaltado entre as nações, sou exaltado na terra. 11O Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.

Oração invocatória

HINO

Ele é exaltado

Ele é exaltado, o Rei é exaltado nos céus
Eu O louvarei
Ele é exaltado, p'ra sempre exaltado
Seu nome louvarei

Ele é o Senhor
Sua verdade vai sempre reinar
Terra e céus glorificam ao seu santo nome
Ele é exaltado, o Rei é exaltado nos céus

Ele é exaltado, o Rei é exaltado nos céus
Eu O louvarei
Ele é exaltado, p'ra sempre exaltado
Seu nome louvarei

Ele é o Senhor
Sua verdade vai sempre reinar
Terra e céus glorificam ao seu santo nome
Ele é exaltado, o Rei é exaltado nos céus

HINO

Segurança

Vivo feliz, pois sou de Jesus
E já desfruto o gozo da luz
Sou por Jesus, herdeiro de Deus
Ele me leva à glória dos céus

Canta, minh'alma
Canta ao Senhor
Rende-lhe sempre ardente louvor

Ao seu amor eu me submeti
E extasiado então me senti
Anjos, descendo, trazem dos céus
Ecos da excelsa graça de Deus

Sempre vivendo em seu grande amor
Me regozijo em meu Salvador
Esperançoso, vivo na luz
Pela bondade do meu Jesus

Leitura

Provérbios 30:4-5

4Quem subiu ao céu e desceu? Quem encerrou os ventos nos seus punhos? Quem amarrou as águas na sua roupa? Quem estabeleceu todas as extremidades da terra? Qual é o seu nome, e qual é o nome de seu filho, se é que o sabes? 5Toda palavra de Deus é pura; ele é escudo para os que nele confiam.

Oração congregacional

(Adaptada do The Valley of Vision)

Nosso Deus e Senhor, cativa as nossas mentes com a grandeza das tuas perfeições. O teu amor por nós em Jesus é firme e imutável, nada nos pode separar dele, e na sua fruição nada nos pode fazer miseráveis.

Preserva-nos da hipocrisia e da formalidade na religião; capacita-nos a lembrar quem tu és e quem nós somos, a recordar a tua santidade e a nossa indignidade.

Ajuda-nos a aproximarmo-nos de ti revestidos de humildade, pois vaidade, presunção, insensibilidade, afeições desordenadas, relutância ao dever e inclinação ao mal estão nos nossos corações.

Que nunca nos esqueçamos da tua paciência, sabedoria, poder, fidelidade e cuidado, e que nunca deixemos de responder ao nosso chamado de vivermos de maneira digna do evangelho.

Dedicação de dízimos e ofertas

HINO

Estou seguro (“Descansando no poder de Deus”)

Que consolação tem meu coração,
Descansando no poder de Deus;
Ele tem prazer em me proteger;
Descansando no poder de Deus.

Descansando
Nos eternos braços do meu Deus,
Vou seguro,
Descansando no poder de Deus.

Sempre avante vou, bem contente estou,
Descansando no poder de Deus;
Tudo hei de vencer pelo seu poder,
Descansando no poder de Deus.

Não recearei, nada temerei,
Descansando no poder de Deus;
Gozo paz e amor junto a meu Senhor,
Descansando no poder de Deus.

Lutas sem cessar hei de atravessar,
Descansando no poder de Deus;
Não me deixará, mas me susterá,
Descansando no poder de Deus.

Leitura

II Coríntios 5:14-21

14Pois o amor de Cristo nos constrange, julgando nós isto: um morreu por todos; logo, todos morreram. 15E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou. 16Assim que, nós, daqui por diante, a ninguém conhecemos segundo a carne; e, se antes conhecemos Cristo segundo a carne, já agora não o conhecemos deste modo. 17E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas. 18Ora, tudo provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, 19a saber, que Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não imputando aos homens as suas transgressões, e nos confiou a palavra da reconciliação. 20De sorte que somos embaixadores em nome de Cristo, como se Deus exortasse por nosso intermédio. Em nome de Cristo, pois, rogamos que vos reconcilieis com Deus. 21Aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós; para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus.

Oração intercessória pastoral

HINO

Olhando para Cristo

Ruge forte, contundente, a guerra do pecado,
Mas os seus clangores vis não podem me afligir.
Sei em quem confio, pois na rocha estou firmado,
E celestes bênçãos irei fruir.

Olhando para Cristo,
Grande autor da salvação,
Prossigo, pois avisto
Soberano galardão.
De Deus ministro, me revisto
Do poder do meu Senhor
Para servi-Lo com todo o ardor.

Vejo ao longe campos vastos, prontos p'ra colheita:
Multidões, sem luz, sem Deus, aguardam salvação!
Vem, ó Deus, desperta o amor da geração eleita,
Para os teus obreiros concede unção.

Desprezando deste mundo as sendas ardilosas,
Volto o meu olhar p`ra a cruz de quem me resgatou;
Dele tenho na alma, então, as bênçãos mui gloriosas,
E, feliz, com Cristo, cantando vou!

Pregação expositiva

Pastor DIEGO LOPES

Benção apostólica