Ordem de Culto

Boas vindas e anúncios

Chamada de adoração

Isaías 61:1-11

1O Espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque o Senhor me ungiu para pregar boas-novas aos quebrantados, enviou-me a curar os quebrantados de coração, a proclamar libertação aos cativos e a pôr em liberdade os algemados; 2a apregoar o ano aceitável do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os que choram 3e a pôr sobre os que em Sião estão de luto uma coroa em vez de cinzas, óleo de alegria, em vez de pranto, veste de louvor, em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem carvalhos de justiça, plantados pelo Senhor para a sua glória.

4Edificarão os lugares antigamente assolados, restaurarão os de antes destruídos e renovarão as cidades arruinadas, destruídas de geração em geração. 5Estranhos se apresentarão e apascentarão os vossos rebanhos; estrangeiros serão os vossos lavradores e os vossos vinhateiros. 6Mas vós sereis chamados sacerdotes do Senhor, e vos chamarão ministros de nosso Deus; comereis as riquezas das nações e na sua glória vos gloriareis. 7Em lugar da vossa vergonha, tereis dupla honra; em lugar da afronta, exultareis na vossa herança; por isso, na vossa terra possuireis o dobro e tereis perpétua alegria. 8Porque eu, o Senhor, amo o juízo e odeio a iniquidade do roubo; dar-lhes-ei fielmente a sua recompensa e com eles farei aliança eterna. 9A sua posteridade será conhecida entre as nações, os seus descendentes, no meio dos povos; todos quantos os virem os reconhecerão como família bendita do Senhor.

10Regozijar-me-ei muito no Senhor, a minha alma se alegra no meu Deus; porque me cobriu de vestes de salvação e me envolveu com o manto de justiça, como noivo que se adorna de turbante, como noiva que se enfeita com as suas joias. 11Porque, como a terra produz os seus renovos, e como o jardim faz brotar o que nele se semeia, assim o Senhor Deus fará brotar a justiça e o louvor perante todas as nações.

Oração invocatória

Hino

Rei Excelso

CANTAI QUE O SALVADOR CHEGOU! ACOLHA A TERRA O REI!
LEAIS, NAÇÕES, A ELE SÓ, CONTENTES VOS RENDEI,
CONTENTES VOS RENDEI; OH! SIM CONTENTES VOS RENDEI!

AO MUNDO O GOZO PROCLAMAI, DO REINO DE JESUS!
Ó TERRA E MAR E CÉUS CANTAI A RESPLENDENTE LUZ,
A RESPLENDENTE LUZ; A GRANDE E RESPLANDENTE LUZ.

PECADOS, DORES, MORTE, JÁ VENCIDOS D'ELE SÃO;
A PAZ JESUS CONCEDERÁ EM RÉGIA PROFUSÃO,
EM RÉGIA PROFUSÃO; OH SIM, EM RÉGIA PROFUSÃO.

VERDADE E AMOR SÃO SUA LEI; OS POVOS ACHARÃO
QUE É JUSTO E BOM O EXCELSO REI, E LHE OBEDECERÃO,
E LHE OBEDECERÃO; SIM, TODOS LHE OBEDECERÃO.

Hino

Nasceu o Redentor

ALERTA, Ó TERRA ENTOA, O CANTO QUE RESSOA
O MUNDO PECADOR TEM GRANDE SORTE E BOA!
A NOVA SE VOS DÁ E QUÃO ALEGRE SOA:
NASCEU O REDENTOR!

    NASCEU O REDENTOR, NASCEU O REDENTOR
    O ETERNO PAI DO CÉU, SEU FILHO AO MUNDO DEU
    ALERTA, Ó TERRA, ENTOA A NOVA, ALEGRE E BOA:
    NASCEU O REDENTOR

A NOITE JÁ PASSOU, A AURORA JÁ RAIOU;
O NEGRO E DENSO VÉU DE TODO SE RASGOU.
DOS MONTES ATRAVÉS O BRADO RESSOOU:
NASCEU O REDENTOR!

NASCEU O REI DA PAZ, NUM BERÇO HUMILDE JAZ;
NAS ASAS DESSE AMOR, CONFORTO A TODOS TRAZ;
DIZEI EM ALTA VOZ QUE CRISTO SATISFAZ:
NASCEU O REDENTOR!

Ó GOZO DIVINAL, AMOR CELESTIAL;
QUEM PODE TE SONDAR OU TER UM OUTRO IGUAL?
POSSO EU, DA MORTE RÉU, GOZAR VENTURA TAL?
NASCEU O REDENTOR!

Ó POVOS, EXULTAI, NAÇÕES, Ó JUBILAI;
E EIS FINDA TODA A DOR, JAMAIS SE DÁ UM AI!
A VIRGEM DEU A LUZ, A DEUS GLORIFICAI!
NASCEU O REDENTOR!

Leitura responsiva

Salmo 71

1Em ti, Senhor, me refugio;
não seja eu jamais envergonhado.
2Livra-me por tua justiça e resgata-me;
inclina-me os ouvidos e salva-me.
3Sê tu para mim uma rocha habitável em que sempre me acolha;
ordenaste que eu me salve,
pois tu és a minha rocha e a minha fortaleza.
4Livra-me, Deus meu, das mãos do ímpio,
das garras do homem injusto e cruel.
5Pois tu és a minha esperança, Senhor Deus,
a minha confiança desde a minha mocidade.
6Em ti me tenho apoiado desde o meu nascimento;
do ventre materno tu me tiraste,
tu és motivo para os meus louvores constantemente.
7Para muitos sou como um portento,
mas tu és o meu forte refúgio.
8Os meus lábios estão cheios do teu louvor
e da tua glória continuamente.
9Não me rejeites na minha velhice;
quando me faltarem as forças, não me desampares.
10Pois falam contra mim os meus inimigos;
e os que me espreitam a alma consultam reunidos,
11dizendo: Deus o desamparou;
persegui-o e prendei-o,
pois não há quem o livre.
12Não te ausentes de mim, ó Deus;
Deus meu, apressa-te em socorrer-me.
13Sejam envergonhados e consumidos
os que são adversários de minha alma;
cubram-se de opróbrio e de vexame
os que procuram o mal contra mim.
14Quanto a mim, esperarei sempre
e te louvarei mais e mais.
15A minha boca relatará a tua justiça
e de contínuo os feitos da tua salvação,
ainda que eu não saiba o seu número.
16Sinto-me na força do Senhor Deus;
e rememoro a tua justiça, a tua somente.
17Tu me tens ensinado, ó Deus, desde a minha mocidade;
e até agora tenho anunciado as tuas maravilhas.
18Não me desampares, pois, ó Deus,
até à minha velhice e às cãs;
até que eu tenha declarado à presente geração a tua força
e às vindouras o teu poder.
19Ora, a tua justiça, ó Deus, se eleva até aos céus.
Grandes coisas tens feito, ó Deus;
quem é semelhante a ti?
20Tu, que me tens feito ver muitas angústias e males,
me restaurarás ainda a vida
e de novo me tirarás dos abismos da terra.
21Aumenta a minha grandeza,
conforta-me novamente.
22Eu também te louvo com a lira,
celebro a tua verdade, ó meu Deus;
cantar-te-ei salmos na harpa,
ó Santo de Israel.
23Os meus lábios exultarão
quando eu te salmodiar;
também exultará a minha alma, que remiste.
24Igualmente a minha língua celebrará a tua justiça todo o dia;
pois estão envergonhados e confundidos
os que procuram o mal contra mim.

Oração congregacional

Senhor nosso Deus e Pai,

regozijamo-nos ao recordar que o Verbo se fez carne e habitou entre nós, permitindo-nos testemunhar a glória de Deus, que nos trouxe salvação.

Rogamos a Ti que, nesta época em que todos recordam a Tua vinda, sejamos um povo que entoa um novo cântico, proclamando incessantemente que o poder, a honra e a glória pertencem a Jesus, o Rei, o Senhor dos Senhores.

Suplicamos que, ao testemunharmos o Teu reino, Tu salves os pecadores e fortaleças a Tua Igreja.

Pedimos por um tempo de Natal repleto da Tua graça e amor. Trazei a Tua paz, ó Senhor, pois um dia retornarás para julgar os povos com equidade.

Oramos em nome de Jesus, nosso Rei. Amém.

Dedicação de dízimos e ofertas

Hino

Exultação

A Deus demos glória com grande fervor
Seu Filho bendito por nós todos deu
A graça concede ao mais vil pecador
Abrindo-lhe a porta de entrada no céu

    Exultai! exultai! vinde todos louvar
    A Jesus, salvador, a Jesus, redentor
    A Deus demos glória porquanto no céu
    Seu Filho bendito por nós todos deu

Oh! graça real, foi assim que Jesus
Morrendo, Seu sangue por nós derramou!
Herança nos céus, com os santos em luz
Comprou-nos Jesus, pois o preço pagou

A crer nos convida tal rasgo de amor
Nos merecimentos do Filho de Deus
E quem, pois, confia no seu Salvador
Vai vê-Lo sentado na glória dos céus

Leitura

1 Tessalonicenses 5:16-24

16Regozijai-vos sempre. 17Orai sem cessar. 18Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco. 19Não apagueis o Espírito. 20Não desprezeis as profecias; 21julgai todas as coisas, retende o que é bom; 22abstende-vos de toda forma de mal.

23O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. 24Fiel é o que vos chama, o qual também o fará.

Oração intercessória pastoral

Hino

A mensagem do Senhor

A mensagem do Senhor; aleluia!
É cheia de perdão e amor!
Cristo salva o pecador; aleluia!
Salva até por meio de um olhar!

    Oh, olhai, pois, e vivei!
    Confiai só em Jesus!
    Ele salva o pecador; aleluia!
    Salva até por meio de um olhar!

Vossa culpa já levou; aleluia!
Jesus a satisfez na cruz;
Sua vida já entregou, aleluia!
Para vos apresentar a Deus.

Sua graça nos legou; aleluia!
Eterna vida lá nos céus;
Confiai só em Jesus; aleluia!
Convertei-vos hoje mesmo a Deus!

Aceitai a salvação; aleluia!
Segui os passos do Senhor;
Proclamai o Seu perdão; aleluia!
Exaltai o grande Redentor!

Pregação expositiva

PASTOR DIEGO LOPES

I Samuel 8

1Tendo Samuel envelhecido, constituiu seus filhos por juízes sobre Israel. 2O primogênito chamava-se Joel, e o segundo, Abias; e foram juízes em Berseba. 3Porém seus filhos não andaram pelos caminhos dele; antes, se inclinaram à avareza, e aceitaram subornos, e perverteram o direito.

4Então, os anciãos todos de Israel se congregaram, e vieram a Samuel, a Ramá, 5e lhe disseram: Vê, já estás velho, e teus filhos não andam pelos teus caminhos; constitui-nos, pois, agora, um rei sobre nós, para que nos governe, como o têm todas as nações. 6Porém esta palavra não agradou a Samuel, quando disseram: Dá-nos um rei, para que nos governe. Então, Samuel orou ao Senhor. 7Disse o Senhor a Samuel: Atende à voz do povo em tudo quanto te diz, pois não te rejeitou a ti, mas a mim, para eu não reinar sobre ele. 8Segundo todas as obras que fez desde o dia em que o tirei do Egito até hoje, pois a mim me deixou, e a outros deuses serviu, assim também o faz a ti. 9Agora, pois, atende à sua voz, porém adverte-o solenemente e explica-lhe qual será o direito do rei que houver de reinar sobre ele.

10Referiu Samuel todas as palavras do Senhor ao povo, que lhe pedia um rei, 11e disse: Este será o direito do rei que houver de reinar sobre vós: ele tomará os vossos filhos e os empregará no serviço dos seus carros e como seus cavaleiros, para que corram adiante deles; 12e os porá uns por capitães de mil e capitães de cinquenta; outros para lavrarem os seus campos e ceifarem as suas messes; e outros para fabricarem suas armas de guerra e o aparelhamento de seus carros. 13Tomará as vossas filhas para perfumistas, cozinheiras e padeiras. 14Tomará o melhor das vossas lavouras, e das vossas vinhas, e dos vossos olivais e o dará aos seus servidores. 15As vossas sementeiras e as vossas vinhas dizimará, para dar aos seus oficiais e aos seus servidores. 16Também tomará os vossos servos, e as vossas servas, e os vossos melhores jovens, e os vossos jumentos e os empregará no seu trabalho. 17Dizimará o vosso rebanho, e vós lhe sereis por servos. 18Então, naquele dia, clamareis por causa do vosso rei que houverdes escolhido; mas o Senhor não vos ouvirá naquele dia.

19Porém o povo não atendeu à voz de Samuel e disse: Não! Mas teremos um rei sobre nós. 20Para que sejamos também como todas as nações; o nosso rei poderá governar-nos, sair adiante de nós e fazer as nossas guerras. 21Ouvindo, pois, Samuel todas as palavras do povo, as repetiu perante o Senhor. 22Então, o Senhor disse a Samuel: Atende à sua voz e estabelece-lhe um rei. Samuel disse aos filhos de Israel: Volte cada um para sua cidade.

Benção apostólica